quarta-feira, 10 de março de 2010

Sobre a vagareza do baiano


Cheguei hoje às 7h em Senhor do Bonfim, terra do restaurante que só vende carne bovina e frango, mas se chama Frutos do Mar [não pergunte se vende moqueca de peixe-boi, por favor!]. Ainda estava me recuperando da noite não dormida quando o celular tocou. Era minha coordenadora com uma voz bem simpática e um sotaque típico da “zona mais desenvolvida do país”:

--Patrícia, aqui é a Fulana, estou te ligando para saber se você está com alguma dificuldade em sua tarefa “B”.

--Oi, Fulana. Eu já concluí a tarefa “B” e hoje faz um mês que entreguei o relatório.

--Mas, já terminou, Patrícia? E o planejamento da tarefa “C”?

--Sim, Fulana, eu já terminei a tarefa “B” e em seguida enviei planejamento da tarefa “C”, que já estou concluindo até sexta-feira próxima. Eu, inclusive, já estava prestes a te pedir orientação quanto à tarefa “D”. Aliás, eu estou cumprindo o cronograma oficial que me foi proposto por vocês! Não adiantei, nem atrasei.

--Ai, Patrícia! Que coisa maravilhosa! Boa sorte e estou aguardando então o relatório da “C”.

--Fulana, o que eu quero mesmo saber agora é sobre meu pagamento. Esse, sim, está bastante atrasado, não é?

Se vagareza e preguiça são atributos de baianos, eu sou uma baiana não-praticante!


10 de março de 2010

Legenda da foto: imagem de meus pés, repousados na cama, calçando meias estilo sapato bonequinha. Foto do arquivo familiar.

6 comentários:

  1. Vc tão perto de mim, e tão longe ao mesmo tempo. Eu sou adotado pela Bahia e já acostumei com essa vagareza. "Dá uma preguiça"...
    Beijos Apressados!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Patrícia!

    Caraca, sua ideia foi super maneira (cubo mágico colorido)...não tinha pensado nisso...mas concordo plenamente...pois se uma pessoa que não tenha deficiencia visual quiser usar, pode tranquilamente...parabéns!

    beijos!

    Guilherme Bandeira
    www.olhaquemaneiro.com.br
    www.fandangossuicida.com.br

    ResponderExcluir
  3. Patra, minha amiga

    Devagar é a mente de quem ainda não percebeu que Baiano é feliz!!!

    Beijos abaianados!!!

    ResponderExcluir
  4. que nada... isso já ficou para trás, baiano gosta mesmo de trabalhar, pelo menos a grande maioria que conheço, fora os que fundaram sp, brasilia.... e por ai a fora...

    ResponderExcluir
  5. HAKAIDER - 人造人間ハカイダー25 de dezembro de 2010 10:09

    Olha que eu sou podólatra...

    ResponderExcluir

Comente! É de graça! =]